terça-feira, 26 de agosto de 2008

Jogos Olímpicos: Parabéns. Mas ... e a Responsabilização


Como ex-praticante de uma modalidade desportiva e amante do desporto em geral dou os parabéns à Comitiva Olímpica Portuguesa, principalmente aos desportistas: Nelson Évora (meu "conterrâneo" de Odivelas), Vanessa Fernandes, Gustavo Lima e a todos os outros de uma forma em geral.

Os atletas são o principal e é neles que devemos pensar. Considero que o Estado Português deve apoiar claramente a promoção do Desporto Nacional, em particular os Atletas Olímpicos. Mas com este apoio também se exige responsabilidades aos atletas e profissionalismo acima de tudo.

Muitos atletas deram o seu melhor, como vi no empenho e dedicação dos atletas do Judo aos quais as coisas não correram da melhor forma, mas não posso admitir frases infelizes como "Para mim é mais na caminha (...)" ou "Não vale a pena competir contra as africanas (...)". Para mim, isto não é espírito Olímpico, é espírito de criancice, e principalmente de irresponsabilidade.

Os atletas não podem também eles serem um exemplo da Subsídio-dependência que se vive em Portugal. Espero que tenham sido apenas frases infelizes e que para Londres 2012 o Espírito Olímpico e a Responsabilização sejam melhorados.

PS1 - Nem vou comentar as guerras de bastidores que se estão a avizinhar no Comité Olímpico Português, pois são infelizes.
PS2 - Desejo ainda boa sorte aos nossos atletas dos Jogos Paraolímpicos.

Sem comentários: